VW T-Cross reestilizado: confira projeção baseada no Taos


O SUV compacto da marca alemã deve passar por seu primeiro facelift ainda em 2021, agregando novos itens de tecnologia e atualização no design.

O SUV compacto da marca alemã lançado em 2019 deve passar por seu primeiro facelift ainda em 2021 (geralmente acontece em até 3 anos após o lançamento). A reestilização de meia-vida foi projetada pelo designer Kleber Silva, que se baseou no próximo lançamento da marca, o Taos.

Gradativamente a Volkswagen está atualizando toda a gama para nova identidade visual da marca. E o SUV mais vendido em 2020 não ficará de fora. O obvio que já é esperado para o T-Cross reestilizado são os novos logotipo e volante que estreou no Nivus. Mas não deve parar por aí, e assim como na projeção, o T-Cross deve receber novos para-choque, grade, faróis e lanternas, estes elementos podem ter como base os já utilizados no Taos (vide fotos projeção).

Veja Também

⇒ Jeep pretende entrar no segmento de SUVs subcompactos

⇒ Reestilização do Volkswagen Polo aparece em projeção

⇒ Confira projeção que traz o novo Peugeot 1008

Além das mudanças visuais, o SUV compacto deve agregar também a tecnologia do ACC (Adaptive Cruise Control) – controle de cruzeiro adaptativo, já presente no Nivus e que estreará também no Taos. Entre outras mudanças, podemos esperar também adoção de faróis Full-LED desde a versão de acesso.

Na mecânica, nada muda. O T-Cross continuará com as duas opções de trem de força, ou seja, o motor 1.0 TSI com potência de até 128 cv a 5.500 rpm com torque de 20,4 kgfm e o motor 1.4 de 150 cv a 4.500 rpm e torque de 25,5 kgfm a partir de 1.500 rpm. O câmbio manual fica restrito apenas a versão de acesso com motor 1.0 TSI, as demais versões utilizam o câmbio automático de seis velocidade (AISIN).

Fotos: projeção Volkswagen T-Cross reestilizado

[Projeção: Kleber Silva]

Siga o MDA nas redes sociais: