Renault inicia produção do novo Captur 1.3 turboflex


Novo motor turbo que equipará o SUV foi desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz.

A Renault do Brasil confirmou ontem (9), o início da produção do novo Captur com o motor turbo de 1,3L. TCe flex. Esta nova motorização turboflex foi desenvolvido em parceria com a Mercedes-Benz e oferece cerca de 163 cv de potência e mais de 25 kgfm de torque.

O novo Captur está sendo produzido no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR). Além da nova motorização, o novo Captur 2022 também vai receber modificações visuais, mais sutis externamente, recebendo novos para-choques, faróis em Full-Led e lanternas de led com nova disposição interna de luzes. Na lateral, nada muda, apenas as rodas receberão novo desenho.

Veja Também

⇒ Futuro da Renault no Brasil: quais novidades podemos esperar?

⇒ Renault projeta elevar seu patamar de veículos no Brasil

⇒ Renault convoca Sandero, Logan, Duster e Oroch para recall

Já internamente, o Captur 2022 dará um salto, recebendo materiais emborrachados, painel de instrumentos digital, novos comandos de ar-condicionado e novo volante. Com isso, a Renault corrigirá alguns problemas ergonômicos do atual Captur, como os botões do piloto automático, comando de som, entre outros.

Atualmente, o Captur é vendido em versão única, a Bose 1.6 CVT, com preço partindo de R$ 121.690. Com essas alterações estéticas e adoção da motorização turbo, a Renault espera sair do patamar que se encontra com o SUV e dar um salto nas vendas. Em maio último, o Captur emplacou apenas 549 unidades.

Fotos: novo Renault Captur 2022

Siga o MDA nas redes sociais: