Futuro da Renault no Brasil: quais novidades podemos esperar?


Após anunciar investimentos bilionários, marca francesa passará por uma reformulada em seu portfólio no país.

A francesa Renault mesmo com todo o momento difícil que a indústria automotiva tem passado anunciou recentemente investimentos na ordem de R$ 1,1 bilhão na planta de São José dos Pinhais (PR) para desenvolvimento de novos produtos. Não são apenas carros, mas também uma nova motorização que estreará em breve na gama de SUVs.

No entanto, não aguarde produtos novos, pois a montadora anunciou que os investimentos são para carros do atual portfólio, ou seja, reestilizações podem ser aguardadas. Isso de certa forma descarta pelo menos até então a chegada dos substitutos de Sandero e Logan.

Confira as futuras novidades:

1.Duster 1.3 turbo

O veterano SUV compacto Duster foi renovado no ano de 2020 em sua estética e interior, mas a parte mecânica ficou inalterada – desconsiderando a retirada do motor 2.0 com o câmbio automático de quatro marchas, além da tração 4×4. Apesar disso, a marca francesa prepara a adoção no modelo do motor 1.3 turbo que já é conhecido em alguns Mercedes-Benz e que conta com 165 cavalos de potência.

2.Captur reestilizado 1.3 turbo

Ainda em 2021 ocorrerá o lançamento do Captur com algumas mudanças estéticas que o tornarão mais alinhado com o modelo europeu, bem como adoção de novas tecnologias e emprego de melhores materiais em seu acabamento para conferir um melhor requinte e distanciá-lo mais do Duster, competindo com modelos do nível de Jeep Compass, entre outros.

O motor 1.3 TCe flex também estará no modelo, substituindo o também descontinuado Captur 2.0 AT4.

3.Nova Oroch

A picape da Renault e derivada do Duster não acompanhou as mesmas novidades, vivendo bem nas sombras da concorrente Fiat Toro, estando mais próxima hoje de Fiat Strada e Volkswagen Saveiro. Para 2022 é esperado uma consideração mudança estética com base no Duster lançado em 2020, além do motor 1.3 TCe, entre outras mudanças. 

4.Novo Kwid

O pequenino modelo de entrada da francesa Renault deve ganhar ainda em 2021 um facelift para ganhar mais vigor perante a concorrência e tentar reduzir um pouco do estigma sofrido por ser considerado por muitos um carro de má qualidade construtiva. Sua motorização também deve ganhar novos números, os mesmos já vistos no hatch Sandero.

A dianteira deve ficar bastante imponente, ganhando conjunto óptico dividido e adoção de luzes diurnas em LED, bem como as lanternas traseiras também ganharão assinatura em LED.

Siga o MDA nas redes sociais: