Volkswagen Up está dando adeus ao mercado, segundo jornalista


Definhando há algum tempo no Brasil, subcompacto da marca alemã teve seu fim anunciado aos concessionários.

Ele foi lançado no Brasil em 2014 com a missão de suceder o Gol G4, modelo consagrado que saiu de linha na época por não atender as normas de segurança que começariam a valer a partir daquele ano. Veio com um estilo próprio e um tanto descolado, adotando tempo depois aquele que seria uma de suas marcas registradas, para o bem e para o “mal”, diga-se: o famigerado motor TSI.

Falo do hatch subcompacto Volkswagen Up, modelo que deixará de ser ofertado pela marca em razão das baixíssimas vendas aliado aos custos de produção elevados para ele comparado ao veterano Gol – este que foi rebaixado para modelo de entrada e apesar de defasado é o VW mais vendido no Brasil. A informação foi trazida pelo jornalista e colunista Jorge Moraes no site UOL Carros que apontou que na última sexta foi realizada uma conferência virtual entre os concessionários e que teria oficializado o fim do pequeno.

Veja Também

⇒ Nissan V-Drive encarece até R$ 1.400 em fevereiro

⇒ Nissan Kicks fica até R$ 3.030 mais caro pouco antes da reestilização

⇒ Chevrolet Spin encarece em fevereiro

Moraes ainda aponta que a fabricante tem como meta honrar os pedidos até abril ou maio. Vendido atualmente em versão única, Xtreme 170 TSI, por R$ 60.090, passou recentemente por uma mudança que visa atender a nova legislação em vigor. Foi homologado apenas para quatro ocupantes e não mais cinco, uma vez que agora todos os ocupantes precisam ter apoio de cabeça e cinto de três pontos. O Up tinha apenas o apoio para todos.

Concluindo, vale destacar que em janeiro apenas 514 unidades foram vendidas.

Siga o MDA nas redes sociais: