Citroën C4 Cactus PcD 2021: preços, equipamentos e mais


Confira todos os detalhes do Citroën C4 Cactus 2021: preço PcD, fotos, versões, equipamentos, especificações técnicas e preço de revisão.

A Citroën está retomando as ofertas do SUV compacto C4 Cactus em quatro versões para o público PcD após sancionada a Lei 14.183/2021 que permite a venda de veículos com isenção de IPI até R$ 140 mil.

O modelo da marca francesa tem como versão de entrada com câmbio automático a Live Auto com 8% de bônus, além da isenção do IPI. Já versões Feel Auto com 12% de bônus, além das opções Feel Pack e Shine Pack com 9% de bônus, além da isenção do IPI.

Veja Também

⇒ Jeep retoma política de isenção de IPI para PcD com bônus no Renegade

⇒ PcD: teto de R$ 140 mil para IPI é aprovado e vira lei; entenda

⇒ Citroën também registra em junho o melhor mês de vendas no Brasil

Citroën C4 Cactus PcD 2021: versões

  • Live Auto;
  • Feel Auto;
  • Feel Pack;
  • Shine Pack.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: especificações

O Citroën C4 Cactus nas versões Live, Feel e Feel Pack, utilizam o propulsor 1.6 aspirado e conta com 118 e 115 cavalos de potência, respectivamente com etanol e gasolina. Já a Shine Pack, conta com motor 1.6 THP (turbo) com 173 cavalos de potência, o mais potente do segmento.

Todas as versões utilizam a transmissão automática de seis velocidades, que conta ainda com os modos Eco e Sport.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: consumo

Com motor 1.6 aspirado e em circuito urbano, o C4 Cactus conta com médias de consumo de 7,3 km/l com etanol e 10,4 km/l com gasolina. Em estrada, esses números aumentam para 9,1 km/l com álcool e 13 km/l com gasolina.

Já com motorização de 1,6 litro turboalimentada, os dados são os seguintes: 7,2 km/l em cidade e 8,9 km/l em estrada com etanol, 10,4 km/l e 12,6 km/l com gasolina em cidade e estrada, respectivamente.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: dimensões

O C4 Cactus 2021 conta com 2,60 metros de entre-eixos, 4,17 metros de comprimento, 1,71 metros de largura, 1,53 metros de altura. Seu porta-malas conta com 320 litros de capacidade, já seu tanque de combustível possui 55 litros.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: equipamentos

A versão Live Auto conta com: ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos dianteiros e traseiros, travas elétricas, retrovisores elétricos, piloto automático, painel digital monocromático, airbag duplo, freios ABS com EBD, rodas de aço de 16 polegadas com calotas, volante com regulagem de altura e profundidade, central multimídia touchscreen de sete polegadas com Android Auto e Apple CarPlay, limpador e desembaçador traseiro, DRL em LED, controles de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, entre outros itens.

Já a versão Feel Auto, traz todos os itens da Live Auto, mais: faróis de neblina, rodas de liga-leve de 17 polegadas e sensor de pressão dos pneus.

A versão Feel Pack traz todos os itens da Feel Auto, mais: versão Feel + rodas diamantadas, airbags laterais, chave presencial com partida por botão, sensor de chuva, sensor crepuscular, volante em couro, entre outros itens.

Já a versão Shine Pack traz todos os itens da Feel Pack, mais: versão Feel Pack + bancos em couro, alerta de permanência em faixa, frenagem automática de emergência, alerta de colisão, airbags de cortina, freio a disco nas quatro rodas, entre outros itens.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: preços

C4 Cactus Live 1.6 AT

  • Preço público geral: R$ 103.590;
  • Preço PcD: R$ 85.858.

C4 Cactus Feel 1.6 AT

  • Preço público geral: R$ 113.590,00;
  • Preço PcD: R$ 90.370,00.

C4 Cactus Feel Pack 1.6 AT

Preço público geral: R$ 117.590,00;
Preço PcD: R$ 96.730,00.

C4 Cactus Shine Pack 1.6 THP AT

  • Preço público geral: R$ 131.590;
  • Preço PcD: R$ 107.880.

Citroën C4 Cactus PcD 2021: preços de revisão

KMPreços
1.6 AP./1.6 THP
10.000 kmR$ 511,00/R$ 626,00
20.000 kmR$ 876,00/R$ 1.011,00
30.000 kmR$ 511,00/R$ 626,00
40.000 kmR$ 1.171,00/R$ 1.527,00
50.000 kmR$ 511,00/R$ 626,00
60.000 kmR$ 876,00/R$ 1.011,00

Ficha técnica

Motor1.6 AP1.6 THP
TipoDianteiro, transversal e flexDianteiro, transversal, turbo e flex
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm315871598
PotênciaGasolina: 115 cv @ 5750 rpm
Etanol: 118 @ 5750 rpm
Gasolina: 166 cv @ 6000 rpm
Etanol: 173 @ 6000 rpm
TorqueGasolina: 16,1 kgfm @ 4750 rpm
Etanol: 16,1 kgfm @ 4750 rpm
Gasolina: 24,5 kgfm @ 1400 rpm
Etanol: 24,5 kgfm @ 1400 rpm
TransmissãoAutomática 6 marchasAutomática 6 marchas
TraçãoDianteiraDianteira
Freios dianteiros e traseirosDisco ventilado / TamborDisco ventilado / Sólido
DireçãoElétricaElétrica
Suspensão dianteira/traseiraIndependente, McPherson/Eixo de torçãoIndependente, McPherson/Eixo de torção
Rodas e PneusAço aro 16 ou Liga leve aro 17 – 205/60 R16 ou 205/55 R17Liga Leve aro 17 – 205/55 R17
Comprimento (mm)41704170
Largura (mm)17141714
Altura (mm)15341563
Entre-eixos (mm)26002600
Porta-malas (litros)320320
Tanque (litros)5555
Peso em ordem de marcha (kg)12041214

Fotos: C4 Cactus Feel

Siga-nos nas redes sociais:

16 comentários em “Citroën C4 Cactus PcD 2021: preços, equipamentos e mais”

  1. Esqueceram de mencionar que quando sai do modelo Feel Pack para o shine Pack muda o MOTOR de 1.6 aspirado para 1.6 Turbo (THP).

  2. O desconto não é muita coisa, pois não entra o ICMS, também não contempla a isenção do IPVA. Ou seja, a mamata acabou, é melhor Jair se acostumando.

    Mamata é só para banqueiro. Banqueiro que ganhando 30 milhões por dia é RENDIMENTO ISENTO NÃO TRIBUTÁVEL, já o deficiente físico ou doente perdeu com o aumento de impostos nos remédios, e com dificuldades maiores para comprar um meio de locomoção.
    E o próximo assalto, visto que os carros elétricos estão vindo ai, será a entrega de todo nosso parque gerador elétrico e tal como a gasolina, a conta de luz subirá, subirá e subirá e muito, quem viver verá ou é cego.

    • ICMS e IPVA são impostos estaduais, os governadores é que tem que tomar alguma atitude. Em SP o Doritos além de não subir o teto aumentou o ICMS para carros novos e usados e ainda tirou o direito de isenção do IPVA de mais de 80 % dos deficientes !!

      • Mas quem regulamenta estes descontos é o CONFAZ que é comandado o ministro da economia , vulgo Paulo Jegues que se recusa discutir o assunto por mais de dois anos

        • Eu não sabia que o ministro da economia “comanda” a reunião do CONFAZ! Pelo que saiba os estados tem autonomia e, pior, as decisões tem que ser tomadas em decisão unânime de todos os estados!

          • Sim o Ministro da Economia comanda a reunião mas quem decide são os votos dos Estados e para mudar tem que ser unânime, como vc falou !!

          • Estão querendo mudar para maioria simples dos votos , porque uns estados tem solicitam o benéfico e outros são contra e outros indiferentes, o problema que o Paulo jegues nem pauta este aumento sempre manobra.

        • Sim, porém quem decide são os Secretários da Fazenda de todos os estados que vão votar conforme orientação dos seus respectivos Governadores e ainda para se ter mudança tem que ser unânime, se um único estado votar contra fica td como está !!

      • com certeza, pelo menos não ia roubar e mentir tanto , deixando passar a boiada, em prol de favorecer 2 ou 3 classes.

      • Por falar em comida, é impossível produzir milho em escala industrial sem fertilizantes nitrogenados que eram produzidos no Brasil pelas FAFENS que usa gás natural como matéria prima.

        Acontece que no início de 2019, o nosso inteligentíssimo decidiu privatizar os gasodutos, daí a Petrobrás passou a pagar aluguel daquilo que era dela para passar o gás natural, resultado, o gás natural subiu, subiu e daí as FAFENS(veja globorural youtube FAFENS), foram fechando demitindo dezenas de milhares de engenheiros químicos, engenheiros de manutenção, mecânicos, soldadores, carregadores, contadores… Só a FAFEN de Araucária-PR demitiu, em janeiro 2020, 3000 diretos e 4000 indiretos.

        Mas a desgraça, vem ai, minha esposa planta milho e pela uréia pagava 35 reais a sc de 50 kg no ano retrasado. Agora nesta última safra pagou 80 reais a sc em nov/2020 e agora já está cotado aqui na agropecuária a R$ 160 reais e estamos vendo que a granel, está chegando no Porto de Santos, perto de 4000 reais a tonelada, ou seja, 200 reais 50 kg a granel. Não há outro jeito senão, repassar parte dos custos ao preço do milho que entra em todas as rações animais. Os criadores que vem buscar o milho, estão num desânimo, numa cara de assustados, e a gente também.

        Pior de tudo é que a população desconhece o Brasil, desconhece que essa infraestrutura toda(gasodutos, Eletrobrás, Petrobrás…) foi criada pelo Getúlio, pelo Juscelino e Militares como o Médice, Geisel, não foi a toa. Foi justamente essas empresas que imprimiram ao país a maior velocidade de crescimento econômico do mundo.

        Perguntado a um CEO da China o segredo de seu desenvolvimento, e este respondeu que imitaram o Brasil da década de 70.

Os comentários estão encerrado.

Banner MDA