Carros usados até R$ 50 mil: o que comprar?


Veja cinco indicações de veículos usados por até R$ 50 mil que possuem transmissão automática.

O Mundo do Automóvel para PcD segue com mais uma lista de cinco veículos usados que você pode adquirir com até R$ 50 mil e que dispensam o pedal da embreagem, ou seja, trazem câmbio automático.

Vale esclarecer que nossas recomendações não são necessariamente as que devem ser seguidas, uma vez que o mercado de usados possibilita o usuário escolher diversas opções. O critério para a lista é não somente a escolha da nossa equipe, mas também buscamos trazer carros que são mais consolidados no cenário automotivo nacional.

Veja Também

⇒ Carro usado até R$ 40.000? Veja 5 opções com câmbio AT

⇒ Carros usados até R$ 30 mil: o que comprar?

⇒ Seminovo até R$ 70 mil: Hyundai HB20S Evolution 1.0 Turbo AT 2020

Lembrando que o preço utilizado como referência aqui é o da Tabela FIPE, podendo haver diferença nos anúncios de acordo com localização, quilometragem, estado de conservação, entre outros fatores:

Vamos a lista em ordem de preços:

  1. Hyundai HB20S Premium 1.6 AT 2015

Tabela FIPE: R$ 46.459;
Motorização: 1.6 16V – 128/122 cavalos e 16,5/16 kgfm de torque (Etanol/Gasolina);
Câmbio: automático de quatro marchas;
Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos nas 4 portas, travas elétricas, retrovisores elétricos, alarme, faróis de neblina, bancos revestidos em tecido, faróis cromados, frisos cromados nos vidros, sistema de som com USB/AUX/Bluetooth, volante multifuncional com regulagem de altura e profundidade, computador de bordo, rodas de liga-leve de 15 polegadas, airbag duplo, freios ABS, sensor de estacionamento traseiro, entre outros itens. Opcionalmente podia contar com central multimídia e bancos em couro.

Iniciamos com a carroceria sedan derivada do compacto HB20, modelo de maior sucesso da marca sul-coreana por aqui. Para um sedan não trazia espaço interno e porta-malas tão generosos assim, mas que atendem bem a demanda de uma família. É conhecido pela robustez, confiabilidade e boa revenda, apesar do consumo um pouco afetado pelo câmbio de seis marchas.

  • Toyota Corolla GLi 1.8 AT 2012

Tabela FIPE: R$ 47.148;
Motorização: 1.8 16V – 144/139 cavalos e 18,6/18 kgfm de torque (Etanol/Gasolina);
Câmbio: automático de quatro marchas;
Principais itens de série: ar-condicionado digital automático, direção elétrica, vidros elétricos nas 4 portas, travas elétricas, chave com telecomando, banco do motorista com regulagem de altura, volante multifuncional com ajuste de altura e profundidade, bancos revestidos em tecido, rodas de liga-leve de 16 polegadas, sistema de som com entrada CD e MP3, porta-copos com apoio de braço no banco traseiro, painel Optitron, computador de bordo, airbag duplo, freios ABS, entre outros itens.

O Toyota Corolla apareceu na nossa primeira lista até R$ 30 mil e retorna aqui na lista até R$ 50 mil e os motivos são exatamente os mesmos: boa revenda, fácil receptividade no mercado, conforto, economia de combustível, peças amplamente encontradas, entre outros fatores. Lembrando que abaixo dessa versão há a XLi com o mesmo motor e até mais em conta, mas mais despojada de itens.

  • Chevrolet Prisma LTZ 1.4 AT 2016

Tabela FIPE: R$ 48.094;
Motorização: 1.4 8V – 106/96 cavalos e 13,9/13 kgfm de torque (Etanol/Gasolina);
Câmbio: automático de seis marchas;
Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros elétricos nas 4 portas, travas elétricas, alarme, bancos revestidos em tecido, apoio de braço para o motorista, volante multifuncional com regulagem de altura, piloto automático, faróis e lanternas com máscara negra, faróis de neblina, central multimídia MyLink com espelhamento de smartphone/Bluetooth/USB, sensor de estacionamento traseiro, rodas de liga-leve de 15 polegadas com calotas, airbag duplo, freios ABS, entre outros itens. Opcionalmente poderia contar com bancos em couro.

  • Honda Civic LXS 1.8 AT 2012

Tabela Fipe: R$ 48.952;
Motorização: 1.8 16V – 140/139 cavalos e 17,7/17,5 kgfm de torque (Etanol/Gasolina);
Câmbio: automático de cinco marchas;
Principais itens de série: ar-condicionado digital automático, direção elétrica, vidros elétricos nas 4 portas, travas elétricas, retrovisores elétricos, bancos revestidos em veludo, volante com regulagem de altura e profundidade, sistema de som com CD/MP3/USB e tela de 5 polegadas, câmera de ré, apoio de braço dianteiro, rodas de liga-leve de 16 polegadas, airbag duplo, freios ABS, entre outros itens.

O Honda Civic está na lista basicamente pelos mesmos motivos do seu arquirrival Toyota Corolla. São os únicos médios da nossa lista e colocando-os em paralelo chegamos à conclusão de que realmente não há um veículo melhor que o outro e sim há uma questão de público, pois o Corolla é aquele produto mais conservador – ainda que o Civic de nona geração também seja.

  • Toyota Etios Sedan XLS 1.5 AT 2017

Tabela FIPE: R$ 49.771;
Motorização: 1.5 16V – 107/102 cavalos e 14,7/13,1 kgfm de torque (Etanol/Gasolina);
Câmbio: automático de quatro marchas;
Principais itens de série: ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, alarme, bancos e volante revestidos em couro, banco do motorista e volante multifuncional com regulagem de altura, piloto automático, quadro de instrumentos digital, central multimídia, rodas de liga-leve de 15 polegadas, airbag duplo, freios ABS, entre outros itens.

Findamos a lista com ele que se despediu recentemente do mercado brasileiro, mas que nem por isso foi um modelo ruim. Com design controverso e acabamento espartano, além de painel centralizado, o Etios traz consigo a tradição da marca Toyota de confiabilidade e robustez. Com carroceria sedan possui amplo porta-malas de 562 litros, o maior entre os compactos de entrada e é uma alternativa para quem deseja um modelo da marca japonesa que não seja o Corolla.

Siga o MDA nas redes sociais: