in ,

Renault estende parada das fábricas até maio

Em função da evolução do cenário do coronavírus (Covid-19), a Renault do Brasil decidiu prorrogar a paralisação das quatro fábricas.

Publicidade
Publicidade

Em função da evolução do coronavírus (Covid-19), a Renault do Brasil decidiu prorrogar a paralisação das quatro fábricas do Complexo Ayrton Senna até 03 de maio. Inicialmente, haviam sido estabelecidas férias coletivas até 14 de abril.

O Sindicado da categoria informou que, em consulta durante plenária, foi reprovada a possibilidade de colocar em ampla votação pelos colaboradores da Renault do Brasil as medidas de flexibilidade previstas na MP 936, que instituiu o Programa Emergencial de Manutenção do Emprego e da Renda, de 1º de abril, mesmo a empresa tendo proposto condições superiores às estabelecidas na medida provisória“, afirmou montadora em comuicado.

Publicidade
Publicidade

Veja Também

⇒ Por dificuldades criadas pelo coronavírus, Ford adia parcelas do financiamento

⇒ Toyota prorroga retorno de suas atividades fabris

⇒ COVID-19 derruba venda de veículos usados em 12%

A MP 936 autoriza a suspensão de contrato de trabalho por até 60 dias ou a redução de salários e jornada por até três meses, com o pagamento de compensação parcial pelo governo aos trabalhadores.

A montadora afirmou que como os trabalhadores rejeitaram a oferta, o dia 15 de abril será considerado como não trabalhado a ser compensado futuramente, os dias 16 e 17 de abril serão antecipação dos feriados nacionais de Tiradentes e Independência do Brasil e o período 20 a 30 de abril será de férias coletivas.

Publicidade
Publicidade

Retorno ao trabalho em 04 de maio considerando que 1º de maio é feriado nacional e 2 e 3 de maio caem no final de semana. 

[Foto: Divulgação]

Siga o MDA nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Loading…