Como funciona a iluminação IQ.Light do Volkswagen Taos?


Novo sistema de iluminação que equipa o SUV Taos se adapta em diversas situações.

Após lançar o Nivus com faróis e lanternas 100% em LED e democratizar a tecnologia entre os utilitários esportivos compactos, a marca surpreende mais uma vez e traz para o mercado brasileiro o moderno sistema de iluminação IQ.Light, que desembarca por aqui equipando o Taos.

Um bom sistema de iluminação é atualmente sinônimo de segurança também para ciclistas, pedestres e até mesmo animais, que conseguem visualizar o carro, além de ser responsável diretamente pela economia de combustível e redução das emissões de CO².

IQ.Light: quantidade de luz emitida

A título de exemplo, uma lâmpada automotiva incandescente comum gera entre 360 e 450 lúmens. Já os faróis com IQ.Light geram 900 lúmens, ou seja, a tecnologia IQ.Light tem uma capacidade luminosa muito superior em relação às lâmpadas comuns. Lembrando que quanto maior o número de lúmens melhor o fluxo luminoso (quantidade de luz emitida).

IQ.Light traz sistema de luz frontal adaptativa

Conhecida pela sigla AFS (Adaptive Front-lighting System), a luz emitida pelos faróis do Toas se adapta a partir da interpretação de diversas informações, como velocidade, ângulo de direção, condições do tempo e dados da rota, entregando assim a melhor iluminação possível ao motorista, sem prejudicar a visibilidade dos outros condutores e também de pedestres e ciclistas.

Veja Também

⇒ VW Taos esgota pré-venda de 300 unidades em minutos

⇒ VW Taos 2022 é lançado a partir de R$ 154.990; veja versões e equipamentos

⇒ Polo e Virtus chegam à linha 2022: veja preços e equipamentos

O AFS tem 5 funções. São elas:

1.Village/City Light – Em baixas velocidades (entre 10 km/h e 35 km/h) no perímetro urbano, o sistema automaticamente se adapta para que o motorista tenha uma iluminação eficiente mais próxima do carro.

2.Motorway Light – Em situações que o carro trafega a uma velocidade acima de 110 km/h em rodovias, por exemplo, o facho se adapta automaticamente para proporcionar uma visibilidade mais distante do veículo, permitindo que o motorista veja o que está acontecendo mais adiante e se antecipe a qualquer situação inesperada.

3.Country Light – Quando o veículo está acima de 35 km/h, o farol baixo é automaticamente acionado.

4.Dynamic Bending Light – O veículo também possui o sistema de farol de curva dinâmico, que faz com que os fachos dos faróis se ajustem horizontalmente acompanhando a trajetória do veículo em curvas, dependendo da velocidade e do ângulo de esterçamento do volante.

5.Ajuste do Farol Alto – Com este recurso, o motorista do Taos não ofusca a vista do motorista que trafega no sentido contrário enquanto utiliza o farol alto. Assim que detecta um carro vindo no sentido oposto, o sistema baixa o facho automaticamente, impedindo que o outro motorista tenha a visibilidade prejudicada.

Fotos: VW Taos 2022

Siga o MDA nas redes sociais: