Com mudanças na medida certa, HB20 vai consolidar liderança


Mudar o HB20 foi uma decisão estratégia da marca sul-coreana que deve consolidar a liderança do hatch.

Hyundai HB20 foi lançado em 2012 projetado como um modelo específico para o mercado brasileiro. Ao longo de 10 anos avançou lentamente, mas de maneira firme, entre os hatches compactos que naquela época representavam 60% das vendas e tinha o Gol ainda como líder destacado. Em 2015 recebeu pequenas modificações e em 2019 chegou a segunda geração. Esta recebeu uma grade frontal que não agradou a todos, mas o modelo continuou a crescer. Em 2021 foi o automóvel mais vendido no País.

Mudar o HB20, agora quase uma terceira geração, foi decisão estratégia da marca sul-coreana que deve consolidar a liderança confirmada neste primeiro semestre. Já o sedã HB20S só chega em setembro. A grade dianteira do hatch renovou completamente o visual do hatch para que parecesse mais largo. Na traseira lanternas e luzes de freio de LED estão interligadas por uma barra funcional (como no Tucson e Elantra) e a tampa do porta-malas ficou maior. As luzes direcionais nas extremidades do para-choque não oferecem visibilidade tão boa pela posição muito baixa.

Veja Também

⇒ [Exclusivo] Hyundai HB20 2023 para PcD já está com pedidos abertos

⇒ Carros PcD Hyundai: veja preços válidos no mês de junho de 2022

No interior não houve tantas mudanças. Porém, as duas versões de topo contam com quadro de instrumentos digital (conta-giros sem ponteiro fica estranho) e partida do motor com climatização interna a distância. Conectividade Bluelink com tela de 8 pol. agora é gratuita por três anos, inclusive para os modelos já em circulação que só tinham seis meses de franquia.

A Hyundai avançou em recursos de segurança passiva (todas as versões agora com seis airbags). Adicionou novos itens de segurança ativa como assistentes de permanência e centralização na faixa de rodagem, frenagem autônoma de emergência que também detecta ciclistas e pedestres e alerta de tráfego na traseira com frenagem autônoma.

Motores (tricilindros flex de aspiração natural – 80 cv (E) e turbo – 120 cv) e câmbios automáticos de seis marchas não mudaram. Na primeira avaliação, no Circuito Panamericano, da Pirelli, o HB20 Platinum Plus com o motor mais potente demonstrou ter um conjunto coerente, bons freios, direção precisa e com as novas rodas de liga leve de 16 pol. e pneus 195/55 o comportamento em curvas é exemplar. Preços: Sense – R$ 76.690; Comfort – R$ 79.990; Limited – R$ 85.490; Comfort T-GDi MT – R$ 93.790; Comfort T- GDi AT – R$ 99.390; Platinum T-GDi AT – R$ 105.390; Platinum Plus T-GDi AT – R$ 114.390.

Fotos: novo HB20 2023

  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023
  • Novo Hyundai HB20 2023

Por: fernandocalmon.com.br

Banner MDA