Publicidade
Publicidade
Início » Oficial » Chevrolet Tracker passará por reposicionamento na gama

Chevrolet Tracker passará por reposicionamento na gama


Versões LTZ e Premier com motorização 1.0 chegarão ao mercado em outubro. Motor 1.2 ficará apenas na opção mais cara da linha.

Publicidade
Publicidade

A Chevrolet do Brasil emitiu comunicado oficial à rede de concessionárias do país anunciando reposicionamento na gama de versões do SUV Tracker. Lançado em março, a mudança virá sete meses após – relativamente prematura, mas justificada pela alta demanda pelo motor 1.0 Turbo de até 116 cavalos e 16,8 kgfm de torque. Além disso, a marca informa que o modelo teve alta de 145% comparando o período entre março e agosto de 2019 e 2020.

Como se dará essa mudança? As versões LTZ e Premier que até então são comercializadas somente com o motor 1.2 Turbo de até 133 cavalos e torque de até 21,4 kgfm passarão a dispor também do motor 1.0, fazendo com que essa motorização de menor litragem passe a estar equipando todas as versões.

Publicidade

Veja Também

⇒ GM informa que o Tracker PcD continua suspenso em agosto

⇒ Espaço PJ: Chevrolet S10 chega à linha 2021 com novidades

Chevrolet concede bônus para o Tracker com isenção de IPI

Com isso, as versões 1.2 Turbo AT e LTZ 1.2 Turbo AT deixam de ser ofertadas, tornando o motor mais forte exclusivo da versão Premier. A Chevrolet ressalta ainda que com esse reposicionamento, alguns itens, como frenagem autônoma de emergência, rodas 17 polegadas, ar-condicionado digital, entre outros, passam a estar disponíveis em ambas as motorizações.

Publicidade

Outras mudanças serão aplicadas, mas de menor importância para a gama, sendo o fim da cor de lançamento Azul Power e USB/auto-falantes traseiros serão itens presentes a partir da versão LT 1.0 Turbo AT apenas. Para os interessados na versão exclusivamente destinada ao público PcD, até o momento não temos notícias no que diz respeito ao retorno das vendas.

Publicidade

[Fotos: Divulgação]

Siga o MDA nas redes sociais: