in ,

Volkswagen apresenta as versões finais de Polo e Virtus GTS

Publicidade
Publicidade

Mostrado no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2018, a Volkswagen apresenta agora, as versões finais de Polo GTS e Virtus GTS, versão que combinam esportividade e tradição – trazendo à tona o saudosismo dos aficionados pela linha que fez sucesso no mercado brasileiro nas décadas de 1980 e 1990. Os modelos serão produzidos na Fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), e chegarão ao mercado no início de 2020.

Polo GTS e Virtus GTS são os primeiros veículos esportivos desenvolvidos no Brasil sobre a plataforma modular MQB. Os modelos são equipados com motor 250 TSI (250 Nm de torque e 150 cv de potência) e câmbio automático de seis marchas – mesmo conjunto mecânico aplicado no Jetta, mas segundo a VW, tem calibragem mais esportiva.

Publicidade
Publicidade

Há várias diferenças no visual em relação ao Polo e ao Virtus Comfortline e Highline, por exemplo. Na dianteira, são novos os faróis full LED, que têm identidade visual diferenciada; novo para-choque, mais imponente; a grade do radiador tipo colmeia com o logo “GTS” e um filete vermelho que liga os dois faróis – características marcantes nos veículos “GT” da Volkswagen em todo o mundo.

Veja Também

⇒ Conheça o VW Virtus PcD (Sense) 2020: preço, fotos e itens de série

⇒ Volkswagen Polo PcD: Preço, Fotos e Equipamentos

⇒ Volkswagen T-Cross Sense – versão do SUV exclusiva ao público PcD

No Virtus GTS o defletor traseiro também é preto só que, em vez de ficar sobre o vigia, fica sobre a tampa do porta-malas. No Polo GTS a saída de escapamento é dupla. Internamente, os modelos contam com o painel digital (Active Info Display) com iluminação em vermelho. Além disso, toda a cabine é escurecida: teto, bancos, laterais de porta e painel.

Publicidade
Publicidade

O volante é exclusivo, com acabamento de couro e costuras vermelhas, além de ter a sigla “GTS” na haste da base. O mesmo tom de vermelho dá acabamento às molduras da saída de ar e da base da alavanca de câmbio. Tapetes e bancos também têm detalhes em vermelho.

Os bancos são exclusivos dos modelos, mais esportivos e sofisticados. O encosto de cabeça é integrado ao banco, que é forrado com tecido inédito, mesclado com couro, com linhas horizontais inspiradas nos modelos da década de 1980 e com a inscrição “GTS”.

Publicidade
Publicidade

A lista de equipamentos dos modelos é extensa e inclui itens como o painel totalmente digital (Active Info Display), sistema de som Beats e o XDS+ (bloqueio eletrônico do diferencial), que integra o ESC – Controle eletrônico de estabilidade (item de série), entre vários outros.

Galeria de fotos

Siga o MDA nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Loading…