in

Venda de veículos PCD deve bater recorde em 2019

Publicidade
Publicidade

O automotivo é um dos setores que vêm acompanhando os bons ventos da economia e o mercado de veículos novos é um dos destaques. De acordo com a Federação Nacional de Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), de janeiro a setembro de 2019 foi registrado aumento de 9,9% na venda de veículos zero quilômetro em relação ao mesmo período do ano passado. Foram 2.029 milhões de emplacamentos.

Os veículos para Pessoas com Deficiência (PCD) ajudam a aumentar essas estatísticas. O acesso à informação tem auxiliado as pessoas tomarem conhecimento sobre seus direitos, isso elevou as vendas de carros novos adaptados para esse público. Segundo levantamento da Associação Brasileira da Indústria, Comércio e Serviços de Tecnologia Assistiva (Abridef) mostra que as vendas de carros 0KM com isenção de impostos cresceram, de janeiro a agosto de 2019, mais de 30% em relação a 2018. Nesse período foram vendidos mais de 200 mil veículos.

Publicidade
Publicidade

Veja Também

⇒ Lista de carros PCD 2019

⇒ Isenção para PcD: quem tem direito e como obter

⇒ Dicas: Seguros de carros para PcD adquiridos com isenção de impostos (IPI e ICMS)

O desempenho crescente desse segmento deve-se ao maior conhecimento pela população da lei de isenção para pessoas com deficiência ou com mobilidade reduzida e seus familiares, que vigora há mais de 20 anos e que, em 2013, foi estendida a familiares das pessoas que não podem dirigir (com deficiência visual, mental, intelectual ou física grave), além de quem tem mobilidade reduzida“, explica Rodrigo Rosso, presidente da Abridef.

Pela legislação vigente, o benefício ocorre para compra de automóveis 0 Km de até R$ 70 mil. Há isenção dos seguintes impostos: IPI, IPVA, IOF e ICMS. “Porém, a alteração do período de revenda para carros 0 Km comprados com isenção de ICMS deve interferir neste mercado. Por outro lado, as pessoas podem comprar carros 0Km de qualquer valor e até mesmo importados, mas nesse caso, apenas com a isenção do IPI” complementa, Rodrigo.

Publicidade
Publicidade

Siga o MDA nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Loading…