Nissan suspenderá as vendas do Kicks PcD (Active) no dia 31 de julho


Segundo a fabricante, a suspensão acontecerá para que tenha um melhor dimensionamento dos volumes de vendas.

A Nissan do Brasil anunciou hoje (29), que, a partir do dia 31 de julho, a versão Active – versão destinada para o público PcD, terá as vendas suspensas. Segundo a fabricante, a suspensão acontecerá para que tenha um melhor dimensionamento dos volumes de vendas, readequando a produção da respectiva versão.

Clientes interessados têm prazo até às 18 horas do dia 31 de julho para procurar uma concessionária Nissan e garantir o pedido, pois, pedidos colocados no sistema da fabricante posteriores a esta data, não serão atendidos. Outros modelos exclusivos para PcD também tiveram as vendas suspensas, como é caso do Citroën C4 Cactus Business, Peugeot 2008 Allure PackRenault Duster Life e Captur Life PlusVolkswagen T-Cross Sense e Chevrolet Tracker PCD. Reforçando assim, que se o teto para compra com isenção não for revisto, as pessoas com deficiência podem ficar sem opção de compra.

Veja Também

⇒ Novo Nissan Versa é confirmado para o último trimestre de 2020

⇒ Nissan V-Drive, o antigo Versa, chega à linha 2021

⇒ Nissan revela novo logotipo com aspecto mais jovial

A atual versão PcD do Nissan Kicks, a Active CVT, tem preço sugerido de R$ 69.990. Para o público PcD, isento de impostos, o modelo é comercializada no valor de R$55.228. Entre os principais itens que o SUV compacto dispõe, podemos destacar: piloto automático, ar-condicionado, direção elétrica com controle de áudio e telefone no volante (mas sem rádio), airbags frontais, controle de tração e estabilidade, ISOFIX, freios ABS com EBD e assistente de partida em rampas.

Além de banco traseiro bipartido 60/40, dobrável, computador de bordo, quebra-sol com espelhos e iluminação, porta-revistas nos bancos dianteiros, 2 tomadas 12V, vidros dianteiros e traseiros elétricos, coluna de direção com regulagem de altura e profundidade, retrovisores externos com regulagem elétrica, roda de aço 16’’ com calota, entre outros.

Fotos: Kicks PcD (mas com rádio e Rack de teto)

[Fotos: divulgação]

Siga o MDA nas redes sociais:

22 comentários em “Nissan suspenderá as vendas do Kicks PcD (Active) no dia 31 de julho”

  1. Pura chantagem de montadoras, é só as vendas cairem que rapidinho passa a oferecer os suvs mais completinhos pra aumentar as vendas, é uma questão de tempo.

  2. Papo furado das montadoras, agindo assim eles estão pressionando o governo para aumentar o teto. As montadoras só estão sobrevivendo atualmente no Brasil por causa do público PCD. Que correspondem a mais de 60 por cento das vendas.

  3. Olá boa noite estou muito confuso quero a track pcd mais está suspensa. O Nissan kicks me interessa só que parar de ser vendido pra pcd na sexta-feira dia 31. Vcs me indicam esperar a track pdc voltar ou comprar logo o kicks mesmo pelado

    • Boa noite,eu comprei o Tracker PCD, peguei semana passada,já andei bem na cidade e estrada,me surpreendeu e muito positivamente,o carro é muito bom e completo,anda muito! Penso q se vc possa esperar o retorno das vendas dele,não irá se arrepender!!

      • Boa noite Leonardo, amém por sua conquista, também estamos desfrutando do nosso Tracker branco summit, pacote R8U, colocamos soleira, friso, protetor de carter, filtro do ar da cabine, bancos em couro bege, todos acessórios originais, o tampão do porta malas compramos no mercado livre, e, graças a Deus, o carro está além das expectativas, custo/benefíciono ótimo, segurança, ergonomia, dirigibilidade, além de esteticamente chamar atenção e muitas pessoas perguntam sobre o veículo, nada do que se arrepender, sabendo que é uma questão subjetiva de cada um a questão de gosto, por isso, existe outras opções, mas, preferimos a Tracker.

        • Boa noite Eduardo,fico muito feliz por vcs! Como já vínhamos falando aqui sobre o carro e agora estamos super satisfeitos! Isso é muito bom! Espero que outros tbm possam ter a mesma oportunidade de adquirir o carro e se surpreender como nos!!

    • A resposta está no dólar. Mais de 40% dos componentes são importados ou cotados em dólar. Se a moeda americana baixar, grande chance de retornar as vendas da Tracker de 70 mil. Caso permaneça nesse patamar de 5,15, creio que vão depenar demais o carro ou suspender definitivamente as vendas. Isso se o teto de 70 mil não subir. Caso suba, creio que não haverá versão PcD e o consumidor comprará o mesmo modelo de varejo, com o preço cheio de tabela servindo de base para o cálculo das isenções. Veja o que acontece com o Onix Turbo, não há desconto em relação ao preço de tabela.

    • Boa noite Thiago, entra em contato com a Chevrolet, a Tracker se eles tirarem agora, apenas as rodas de liga leve, aínda assim o veículo vale a pena, porque? Porquê ainda teria multimídia, câmera e sensor de ré, piloto automático, vidros todos elétricos, wi-fi, onstar, controle de estabilidade, assistente de subida em rampa, entre outros, a multimídia espelha dois celulares, tem saída USB para os passageiros (duas), digo isto, porquê, entrei no Kicks, Creta, Captur, Duster, e a Tracker mesmo com pacote R8U que é a minha, está recheada de itens de série e ainda as rodas em liga leve, entendeu, ligue antes de fechar negócio, porquê o Tracker ainda seria vantagem na minha opinião ok.

  4. Para os que defendem a manutenção do teto em 70 mil aí está o resultado. Teremos cada vez menos carros a disposição.

    • Duvido ! Nunca que vão perder o mercado PCD ! Aliás, o que as marcas estão fazendo é crime, CARTEL ! Estão todas suspendendo as vendas, para “FORÇAREM” o Reajuste !Todos verão o que vai acontecer ! Se for reajustado para 90 mil por exemplo, esses MESMOS CARROS que estão Por 69990, vão para 84990 ou mais, e para DISFARÇAR… vão colocar uns acessórios ENGANA TROUXA para Justificar! ACABARÃO os BONS carros PCD por bons PREÇOS ! SE tiver REAJUSTE, tomara que só passe a valer ANO QUE VEM, e que passe dos atuais 70 mil para 80 mil no MÁXIMO !

    • O assunto é polêmico. De fato, vendo pelo lado das montadoras, não se fabrica algo com prejuízo. Pense no seguinte cenário: se o limite ficasse congelado por décadas, o poder de compra de 70 mil seria equivalente a R$ 10.000 em valores de hoje e nenhum veículo novo caberia nesse preço. Por outro lado, entendo os que querem segurar o teto, ou ainda subi-lo em 5 ou 10 mil, para conseguir uma redução forçada da margem de lucro do veículo. Basta ver que há carros que são comercializados no varejo com valores bem maiores do que os 70 mil (T-Cross, Tracker, C4, 2008, Duster, Renegate, etc) e a fábrica retira alguns poucos itens para vendê-los como uma versão exclusiva para PcD. Isso representa um terceiro desconto (isenção de IPI + isenção de ICMS + redução de margem de lucro), que faz a diferença lá na frente, no momento da revenda. Se o teto de isenção do ICMS subisse hipoteticamente para 200 mil, a nota fiscal da pessoa com deficiência viria com o mesmo preço de tabela do varejo, ou seja, não haveria esse terceiro desconto. O preço de tabela tem alguma gordura sim. Basta constatar que compradores de varejo, muitas vezes, conseguem comprar abaixo da tabela nas concessionárias.

    • Penso que um limite de 80 mil talvez não deixaria quem não tem muito “caixa” pra comprar um pseudo-SUV na mão, e continuaria forçando a montadora a enxugar uma gordurinha para oferecer seus modelos para o público PCD.

      Se colocarem um limite de 90 ou 100 mil penso igual aos colegas aí: daqui uns dias continuaremos a ter à disposição exatamente os mesmos carros e com as mesmas mendigarias que agora são oferecidos por 55 mil com as isenções, porém pagando entre 75 e 80 mil reais.

  5. De fato, o que dá para perceber é que há um movimento governo/montadoras no sentido de dificultar (ao máximo) a aquisição de veículos com as isenções. Tive me pedido de IPI negado sob o estapafúrdio argumento de que minha CNH deveria constar todos os cids. Porém, renovei em 2018 e nunca tive informação de que a CNH era requisito além dos laudos médicos. Está complicado esse país…

    • O computador de bordo fica num pequeno display do painel. Não é uma tela multimídia no console central, onde ficaria o rádio. Ele vem com fiação para instalar sistema de som.

Os comentários estão encerrado.

Banner MDA