Mais uma vez, Volkswagen suspenderá um turno da fábrica de Taubaté


Serão concedidas férias coletivas de 20 dias novamente por conta da escassez de componentes.

A Volkswagen do Brasil concederá aos seus funcionários da fábrica de Taubaté, interior de São Paulo, um período de vinte dias de férias coletivas a partir do próximo dia 8 de agosto e indo até o dia 26 do mesmo mês. Contudo, apenas um dos dois turnos será afetado pela paralisação.

Cerca de 800 funcionários serão afetados e o motivo é mais uma vez a falta de semicondutores que desde 2020 compromete a indústria automotiva mundial, uma crise sem precedentes e que parece interminável.

Veja Também

⇒ VW Nivus para PcD: veja os preços, verões, equipamentos (e fotos)

⇒ VW T-Cross PCD volta com desconto de até R$ 21 mil

A planta é responsável por fabricar Gol e Voyage, veteranos em fim de ciclo, mas que estão tendo muito vigor nesses últimos tempos por conta das vendas diretas.

Além disso, no próximo dia 29 de julho, a fábrica será totalmente paralisada pela mesma razão. A planta de Taubaté será responsável por produzir o sucessor do Gol a partir de 2023, o Polo Track, versão de acesso do hatch compacto sob a plataforma MQB e por conta disso está sendo alvo de investimentos da marca para modernização.

Fonte: Automotive Business

Banner MDA