Foto/Michael W. - Frente Renault Captur LIFE
in ,

Comparativo: Renault Duster Life 1.6 CVT x Renault Captur Life 1.6 CVT

Confira o comparativo entre os SUVs da Renault para o público PcD.

Publicidade
Publicidade

Atendendo mais uma sugestão de seguidores, estamos trazendo mais um comparativo entre modelos que atendem o teto de isenção de ICMS e são objeto de dúvida em alguns grupos sobre o assunto com certa frequência. Renault Duster e Renault Captur são os modelos de hoje, ambos na mesma versão e utilizando o mesmo conjunto mecânico.

Renovado recentemente, o Duster é velho conhecido do mercado brasileiro e está quase há uma década em comercialização em nosso país, sendo conhecido pela robustez mecânica, espaço interno amplo e porta-malas que é o maior do segmento de SUV’s. Dos compactos é quem mais tem tempo de mercado na geração atual, lançado próximo da segunda geração do Ford Ecosport.

Publicidade

Foi por muito tempo o único representante da marca francesa no segmento, até que em 2017 chegou o irmão maior Renault Captur, construído sob a mesma plataforma B0 do Duster, estratégia da marca para baratear o modelo por aqui. Com isso, compartilham algumas questões e possuem suas diferenças, claro que guardadas as proporções para cada versão.

No caso estaremos comparando a versão Life 1.6 CVT dos modelos, nome dado para a versão PcD e que podem causar confusão e dúvidas entre quem busca um SUV e deseja considerar a dupla francesa, valendo ainda destacar que o Duster é um dos mais baratos para o público PcD.

Publicidade
Ilustrativa/Foto Divulgação – Frente Novo Renault Duster.

Especificações técnicas: Duster x Captur

A motorização utilizada em ambos é a 1.6 SCe 16V de quatro cilindros com bloco construído em alumínio e concepção relativamente recente, apesar de ainda manter o tanque de partida a frio. Quanto aos números são 120 cavalos de potência a 5.500 rpm com torque de 16,2 kgfm a 4.000 rpm no etanol e 118 cavalos de potência com o mesmo torque de 16,2 kgfm na gasolina nas mesmas faixas de rotação, respectivamente.

Já o câmbio usado é automático do tipo CVT denominado de X-Tronic pela Renault e também utilizado na Nissan com o mesmo nome, uma vez que as duas marcas são do mesmo grupo. A transmissão simula seis marchas virtuais.

Publicidade
Renault Captur PcD - Versão LIFE
Foto/Michael W. – Traseira Renault Captur LIFE

Consumo: Duster x Captur

Etanol:

  • 7,2 km/l em cidade e 7,8 km/l em estrada – Duster
  • 7,3 km/l em cidade e 8,1 km/l em estrada – Captur

Gasolina:

  • 10,7 km/l em cidade e 11,1 km/l em estrada – Duster
  • 10,5 km/l em cidade e 11,7 km/l em estrada – Captur
Ilustrativa/Foto Divulgação – Traseira Novo Renault Duster.

Dimensões: Duster x Captur

Como falado, Duster e Captur aqui no Brasil são construídos sob a mesma plataforma e isso faz com que eles apresentem dimensões consideravelmente próximas e generosas, inclusive o entre-eixos é o mesmo em ambos.

Quanto ao comprimento, o Duster mede 4.376 mm contra 4.329 mm do Captur (diferença de 47 mm), largura de 1.832 mm no Duster e 1.813 mm no Captur (diferença de 19 mm), altura de 1.693 mm no Duster e 1.619 mm no Captur (diferença de 74 mm). O entre-eixos de ambos possui 2.673 mm e o porta-malas do Captur possui 437 litros de capacidade contra 475 litros do Duster (maior dos SUVs compactos). Enquanto o tanque de combustível do Captur possui capacidade para 50 litros, assim como no Duster.

Publicidade
Ilustrativa/Foto Divulgação – Interior Novo Renault Duster.

Veja Também

⇒ Comparativo: Fiat Argo Trekking AT6 x Fiat Argo HGT AT6

⇒ Renault Captur PcD 2020 (LIFE): preço, fotos, equipamentos e mais

⇒ Renault Duster 2021 chega com novo visual e versão PcD; veja preços

Itens de série e pacotes: Duster x Captur

Ambos os modelos possuem igualmente ar-condicionado analógico, direção com assistência (elétrica no Duster – novidade linha 2021 e eletro-hidráulica no Captur), vidros elétricos nas quatro portas, travas elétricas, rodas de liga leve de 16 polegadas, limpador e desembaçador traseiro, duplo airbag frontal, controle eletrônico de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa, sistema Start&Stop (desliga o motor em pequenas paradas), freios ABS, ISOFIX, luz diurna em LED e alarme, entre outros itens.

Ambos os modelos não contam com itens como sistema de som, mas dispõem de predisposição para instalação do mesmo.

O Captur traz a mais em relação ao Duster os airbags laterais, piloto automático, comandos de áudio e Bluetooth na coluna de direção, a chave do tipo cartão com partida por botão – não é presencial, maçanetas e retrovisores externos na cor do carro, além deles terem regulagem elétrica. Vale destacarmos que a Renault oferece para ele o Pack Inclusion que agrega rodas de 17 polegadas com acabamento diamantado herdadas da versão Intense, central multimídia Media Evolution, câmera de ré, sensor de estacionamento traseiro, rebatimento elétrico dos retrovisores, detalhes do para-choque pintados na cor prata, bancos em couro, tampão do porta-malas e tapetes em carpete. O custo do pacote é de R$ 7.990. 

Publicidade
Renault Captur PcD - Versão LIFE
Foto/Michael W. – Interior Renault Captur LIFE

Em relação ao Captur, o Duster em itens possui a mais a direção assistida eletricamente como novidade da linha 2021, item que em breve deve ser adotado no Captur, sendo um sistema mais moderno e que melhora a dirigibilidade do veículo, Em contrapartida traz retrovisores externos com regulagem manual.

Opcionalmente pode receber itens como central multimídia EasyLink de 8 polegadas, faróis de neblina, piloto automático, etc.

Revisões e garantia: Duster x Captur

Ambos possuem garantia com duração de 3 anos ou 100.000 km, o que ocorrer primeiro.

KMValores Duster e
Captur (são os mesmos)
10 Mil ou 12 mesesR$ 459,09
20 Mil ou 24 mesesR$ 513,34
30 Mil ou 36 mesesR$ 513,34
40 Mil ou 48 mesesR$ 896,58
50 Mil ou 60 mesesR$ 567,59
60 Mil ou 72 mesesR$ 567,59

Preços e conclusão

Vamos encerrar mais um comparativo falando primeiramente do modelo mais em conta do comparativo, o Duster. Contando agora com um design externo mais moderno e com traseira relativamente semelhante a do Jeep Renegade, além de painel ligeiramente redesenhado podemos dizer que talvez não seja passível de mudanças nesse aspecto tão cedo, o que pode trazer uma segurança quanto à desvalorização acentuada num facelift.

Dotado de excelente espaço interno e do maior porta-malas do segmento pode ser uma boa opção para a PcD que demanda por essas questões, sobretudo cadeirantes, pois uma mala maior garante que tanto a cadeira seja acomodada com perfeição quanto bagagens numa viagem ou compras pesadas de supermercado.  

Possui também o menor preço entre os concorrentes, com preço público de R$ 64.990 e com as isenções de IPI e ICMS fica por R$ 50.259,65. Grande parte dos modelos do segmento que atendem esse público possui preço público de R$ 69.990 e com isenções na casa dos R$ 54.000. Claro que para isso se sacrifica de algumas coisas a mais, como piloto automático e retrovisores elétricos, mas pode ser uma boa opção para quem demanda por espaço e não deseja gastar muito a mais na aquisição. Indicamos o Duster para quem deseja um modelo atualizado, amplo, com powertrain suficiente para conduzir e não se importa em abrir mão de alguns itens a mais que o Captur possui, ainda que a diferença seja relativamente pouca e vale dizermos que o Duster compensa esses itens a menos no preço cerca de R$ 4.000 mais barato.

Falando agora do Captur, possui os mesmos atributos do Duster no tocante a espaço interno e porta-malas, ainda que ele seja menor que o do irmão mais velho. Deve passar por mudanças visuais em breve, o que pode gerar uma defasagem mais rápida que no Duster, mas ainda assim é um SUV com visual bastante diferenciado no design e que agrada muitos, inclusive pela possibilidade da pintura biton (teto de uma cor e restante da carroceria de outra). O preço público é de R$ 69.990 e preço com isenções de R$ 54.126,37, o que deixa o Captur Life na média da concorrência geral. Indicamos o Captur para quem busca um veículo com os mesmos atributos de espaço do Duster, mas quer um design mais ousado – ainda que em breve seja renovado, além de um modelo com menos tempo de mercado e com vendas relativamente melhores que as do irmão mais velho. Não tem o mesmo fôlego no desempenho, mas a diferença não é tão considerável e não faz feio – a diferença de peso é pequena.

Uma ressalva comum a ambos os modelos é a qualidade dos arremates e materiais no interior, ambos são superiores em relação aos demais modelos da Renault, mas não podemos esquecer no uso excessivo de plásticos rígidos (assim como muitos concorrentes) e com aspecto um tanto mais grosseiro em vista de alguns modelos como Hyundai Creta, Chevrolet Tracker e até mesmo do primo Nissan Kicks, alguns dos modelos PcD onde o acabamento é 100% plástico rígido.

[Fotos: Divulgação e Michael W.]

Siga o MDA nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Loading…