in ,

Como ficou a situação do Chevrolet Tracker PcD após a mudança de pacote?

Marca emite comunicado aos concessionários esclarecendo eventuais dúvidas a respeito do novo formato do modelo.

Publicidade
Publicidade

Um dos lançamentos mais badalados do ano de 2020 no mercado automotivo brasileiro, mais especificamente o de SUV’s, o Chevrolet Tracker chegou a sua terceira geração oferecendo maior tecnologia, segurança, novos motores, além de um custo x benefício maior em vista do modelo anterior, por conta de uma abrangência maior de preços e versões. E no tocante as versões, muito se especulou em relação a uma para o público PcD, uma vez que a procura por utilitários esportivos por quem adquire nessa modalidade de vendas é considerável.

A versão PcD do Chevrolet Tracker chegou logo de cara no lançamento do modelo, em março, causando espanto de muitos em razão da lista de itens de série que a marca adotou, baseada na versão LT, além de motor 1.0 turbo de 116 cavalos de potência estreado no Onix e a procura foi boa, passando de 9.000 carros solicitados. No entanto, vale destacar que desde o início a marca informou que as primeiras unidades iriam compor um lote promocional e limitado (denominado R8T) que adicionava rack de teto na cor prata, retrovisores na cor do carro, rodas de alumínio de 16 polegadas e tampão do porta-malas, mas não informando a quantidade (segundo informações, algo em torno de 1.000 unidades) e que findando esse lote, entraria um novo sem esses itens. Apesar disso, itens como central multimídia, câmera de ré, chave presencial com partida por botão, DRL e seis airbags seriam mantidos no novo lote. 

Publicidade

Veja Também

⇒ Chevrolet aplicará aumentos nos preços em julho

⇒ GM oferece garantia estendida para o 1º lote do Tracker PcD

⇒ GM Onix Hatch LT Turbo AT 2020: preço, fotos, equipamentos e mais

Em maio, a Chevrolet do Brasil suspendeu os pedidos do modelo, estado em que se encontra até o momento, ainda sem prazo para retorno. Tal suspensão estaria sugerindo que as unidades faturadas a partir de então passariam a fazer parte do novo pacote R8U, desprovido dos itens já mencionados acima. O que de certo modo passou a ocorrer, ainda que não tão imediatamente e com uma relativa surpresa, pois as rodas de alumínio de 16 polegadas das demais versões estão vindo até que os pedidos voltem e quando tal fato ocorrer, rodas de aço de com calotas ocuparão o lugar. Uma mudança promovida foi na padronagem dos bancos, saindo o tecido da versão LT e entrando o da versão 1.0T manual.

Outra mudança está nos sistemas de internet Wi-Fi e no concierge OnStar, ambos passarão a vir ativados com três meses de gratuidade.

Publicidade

E quanto aos clientes com pedidos colocados na fábrica na ocasião do lote promocional? Pois bem, a Chevrolet elaborou um termo de compra para os mesmos assinem sobre estarem cientes e concordam com a mudança de R8T para R8U, discriminando todos os itens que agora estão na lista de série da versão. No caso da assinatura, toda e qualquer negociação feita anterior ao ato será desfeita, passando a valer o que está informado no referido termo.

Galeria de fotos: Versão 1.2T. como exemplo

[Fotos: Reprodução]

Siga o MDA nas redes sociais:

Deixe uma resposta

Loading…